quarta-feira, março 24

manifesto (homes)

ardede nos infernos da insensibilidade,
na ignorancia dos agarimos perdidos,
enfrentádevos a nós, exercito de amazonas,
amantes desesperadas,
mulleres amputadas.
olládenos aos ollos,
reflexo infinito da sabiduría cósmica
que tanto temedes
e fuxide como predadores exhaustos
a novos brazos androides que restauren
vosa inconciencia.

eva méndez doroxo

2 comentários:

Anabela Brasinha disse...

Olá Eva,
gostei desse, ólladenos aos ollos,
vou continuando a ler-te,
fica bem

concubina da morte disse...

obrigadisima, e encantada de que gostes da minha escrita beijinhos

Free Counter and Web Stats